Organização excessiva e acumuladores: quais suas relações?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

organização excessiva

Você é daquelas pessoas que sofrem ao chegar em casa e ver tudo fora do lugar? Ou é daqueles que está tudo bem colocar mais uma revista em cima da pilha já formada? Independente do seu perfil, pensar e manter um equilíbrio no ambiente que você vive é fundamental. A seguir, você vai descobrir a relação entre a organização excessiva e os acumuladores e o que fazer para achar o ponto de equilíbrio.

Organização excessiva pode atrapalhar no seu cotidiano?

Tudo na vida precisa de um equilíbrio para que funcione da melhor maneira possível. Todos os excessos podem trazer consequências e até prejuízos para sua vida, o que não é muito bem-vindo. A organização excessiva, ou até o contrário, a bagunça excessiva, podem ser sinais de algum problema emocional mais sério ou até mesmo uma doença.

Ao chegar em casa você já começa aquela função de organizar tudo, lavar tudo, arrumar a sala, dar aquela geral no quarto e isso tudo lhe tira o humor e atrapalha sua relação com seus familiares? Talvez isso possa, de alguma forma, atrapalhar o seu dia a dia e acabar fugindo do controle. Nesse caso, quando a organização excessiva traz distúrbios nas suas relações pessoais e no seu cotidiano, tomando tempo e ocupando um espaço na sua vida que você poderia estar realizando outras atividades, isso pode atrapalhar o seu cotidiano e trazer desgastes desnecessários.

Se a organização excessiva começar a ganhar um protagonismo no seu cotidiano, procure ajuda de um especialista — psicólogo ou psiquiatra — para avaliar a situação. Uma consequência da organização excessiva pode ser o desenvolvimento do Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) que requer atenção e cuidado.

organização excessiva

Acumular coisas pode ser um problema?

Voltemos à premissa de que tudo na vida precisa de um equilíbrio para viver com qualidade e bem-estar. Ser desorganizado demais deixando a casa uma verdadeira bagunça pode ser um problema, assim como a organização excessiva. Tem pessoas que perdem o controle da organização por não conseguirem desapegar de algumas coisas e começam a acumular dentro de casa.

A acumulação pode acontecer a partir de uma necessidade fisiológica em que o cérebro precisa se apegar a objetos para lembrar e reviver emoções ou lembranças. Casos extremos, novamente, devem ser diagnosticados, acompanhados e cuidados por profissionais capacitados.

Para manter sua casa organizada e não acumular objetos desnecessários, que ocupam espaços importantes da sua casa, algumas ações simples podem ajudar:

  • Reserve 15 minutos do seu dia para dar uma organizada geral na casa;
  • Já leu o jornal ou a revista? Descarte tão logo que o fez;
  • Ao pegar suas correspondências, faça uma triagem do que é útil e precisa manter, do que é para conhecimento e pode ser descartado e daquelas que são completamente descartáveis e jogue fora imediatamente, sem formar aquela pilha em cima da mesa ou da estante;
  • Não usou alguma roupa ou até mesmo eletrodoméstico no último ano? É hora de passá-lo para frente. Se tiver aquele apego ou afeto pelo objeto, por exemplo, o conjunto de porcelana que ganhou no seu casamento, você pode alugar um guarda-objetos para acomodá-los devidamente, sem ocupar espaço na sua casa.

A organização excessiva bem como a acumulação dentro de casa são hábitos que devem ser observados e alterados para que você possa viver com mais conforto e bem-estar na sua casa. Com simples mudanças no seu cotidiano você consegue encontrar um equilíbrio e manter sua casa organizada. Compartilhe conosco nos comentários suas dicas e experiências para manter sua casa organizada e não acumular objetos dentro de casa.

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×