Mania de organização e limpeza: isso é doença?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

mania de organização e limpeza

Manter a casa limpa é uma questão de higiene e até mesmo de saúde. As sujeiras podem atrair insetos e, até mesmo, provocar infestações. Fora o fato que a poeira em si é um gatilho para alergias respiratórias. Mas nem sempre a preocupação com a limpeza e organização são comportamentos saudáveis. É preciso ficar atento para entender até que ponto ela é normal e quando passa a ser motivo de preocupação médica.

Para te ajudar a entender esse comportamento, preparamos um artigo completo sobre mania de organização e limpeza. Entenda!

O que é considerado o comportamento normal?

O termo normal pode ser relativo dependendo da situação que estamos analisando. Mas nesse caso, o que é esperado é o cuidado simples com a limpeza da casa. A higiene rotineira, como lavar a louça e a pia após as refeições, ou varrer a casa e arrumar a cama, por exemplo. Esses são comportamentos considerados normais. Mesmo as grandes faxinas, quando acontecem limpezas de armários e vidros das janelas, se feitas menos frequentemente.

Quando a mania de organização e limpeza liga o sinal de alerta?

O que cria a diferenciação entre o que é normal e o comportamento tendendo ao obsessivo é o quanto a mania de organização e limpeza atrapalha a rotina. Por exemplo, uma pessoa que não consegue dormir até que tenha organizado toda a casa, perdendo horas valiosas de sono para isso, precisa rever suas preocupações.mania de organização e limpeza

Os principais sinais de que algo não está certo são as emoções provenientes da falta de organização e limpeza. A frustração, ansiedade, mau humor e até raiva de quem provoca a bagunça são manifestações de que a mania e a obsessão estão fora do normal.

Existem pessoas mais suscetíveis a essa condição?

O perfeccionismo, embora muito admirado pela sociedade, pode ter sua origem na insegurança de uma pessoa. A baixa autoestima faz com que ela queira que tudo seja perfeito, organizado e frequentemente exige que os outros sejam assim também. O resultado é uma pessoa autoritária, controladora, por vezes manipuladora e que fiscaliza o comportamento de todos. Ela tem dificuldade em relaxar, sentir prazer fora da perfeição e até de ter comportamentos inconsequentes.

O que fazer nesses casos?

A solução para a mania de organização e limpeza é atacar a raiz do problema. Ou seja, entender os motivos que fizeram essa pessoa se tornar insegura, a não confiar em si mesma. Nem sempre esse é um movimento fácil de fazer sozinho. Na realidade, o ideal é contar com a ajuda de um psicólogo e um psiquiatra. Somente dessa forma o trabalho psicológico pode acontecer de forma segura, sem que aconteçam danos ainda maiores à autoconfiança da pessoa.   

A mania de organização e limpeza pode ser interpretada pelas pessoas como uma virtude. Aquela pessoa que sempre deixa a casa brilhando, sem nada fora do lugar é motivo de orgulho entre os conhecidos. Por isso o seu diagnóstico é tão difícil, ao contrário da disposofobia, caracterizada pelo acúmulo excessivo de objetos. O mais importante é ficar atento aos seus sentimentos que estão atrelados à limpeza da casa. Assim como entender de que maneira a organização afeta o seu humor.  

Como você cuida da limpeza da sua casa? Conte nos comentários qual é a sua rotina normal.

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×